Um Ex-escritor À Deriva Ou Sobre Como Não Assumir Naufrágios E Afogamentos
jun12

Um Ex-escritor À Deriva Ou Sobre Como Não Assumir Naufrágios E Afogamentos

As confusões entre autor e narrador não podem ser subestimadas, mas poucos entendem isso.

Leia mais
“Destramas” Em Ebulição: Quando A Linguagem É Corroída De Dentro Pra Fora
maio14

“Destramas” Em Ebulição: Quando A Linguagem É Corroída De Dentro Pra Fora

Devir outra coisa na literatura pode ser toda a forma de encontrar partículas entre você e o outro, sendo que esse outro pode ser um animal, por exemplo. Uma criança, mulher, negro, bicha, etc..

Leia mais
Joana Em Outros Corpos Em Uma Sequência De Mal Entendidos
abr06

Joana Em Outros Corpos Em Uma Sequência De Mal Entendidos

Tecnicamente: uma sociopatia tolerável mas pouco indicada para aqueles que sonham com uma carreira em consultórios terapêuticos. Por outro lado, um perfil de dar inveja a muitos aspirantes a escritor, tanto que sem a parceria entre nós mal-acordada meus bloqueios criativos nunca teriam me deixado concluir o romance Mocinho, Adeus.

Leia mais
A Maldição Da Literatura: Sangue E Ódio Na Escrita Ficcional
abr03

A Maldição Da Literatura: Sangue E Ódio Na Escrita Ficcional

A maldição começa para o Autor quando os mal-entendidos saem do controle e se voltam contra o próprio. Já provei desse veneno, mas, como diz a sabedoria popular, isso são “ossos do ofício”. A menos que o teu objetivo se resuma a escrever livros de auto-ajuda ou coisas do gênero, a literatura precisa sim de boas doses de sangue e ódio. E pitadas de ambiguidade para suscitar novas linhas de desejo.

Leia mais