Papo de Autor entrevista Rodrick MarsMoon
jun13

Papo de Autor entrevista Rodrick MarsMoon

O Papo de Autor entrevista quis saber um pouco mais sobre o autor Rodrigo Marimoon. Confirma a entrevista!   Conte um pouco de sua vida para nós. De onde você é? Qual é a sua formação? Qual gênero escreve? Sou do Rio de Janeiro, embora eu esteja levemente ansioso para morar em outro lugar, mais calmo e inspirador, em que eu possa ouvir Epica, In This Moment e composições do Hans Zimmer o dia inteiro enquanto escrevo. Para falar a...

Leia mais
Um Ex-escritor À Deriva Ou Sobre Como Não Assumir Naufrágios E Afogamentos
jun12

Um Ex-escritor À Deriva Ou Sobre Como Não Assumir Naufrágios E Afogamentos

As confusões entre autor e narrador não podem ser subestimadas, mas poucos entendem isso.

Leia mais
Papo de Autor entrevista Danilo Sarcinelli
maio22

Papo de Autor entrevista Danilo Sarcinelli

Dessa vez, o bate-papo é com o autor Danilo Sarcinelli.   Fale um pouco sobre você. De onde você é? Qual é a sua formação? Qual gênero escreve? Nasci e fui criado na cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, ou apenas Rio de Janeiro para os mais íntimos. Diferente de muitos dos meus conterrâneos, não fui feito para a combinação carioca de sal, suor e areia. Sou mais chegado em ar condicionado, sofá e um bom livro. Se tiver um...

Leia mais
“Destramas” Em Ebulição: Quando A Linguagem É Corroída De Dentro Pra Fora
maio14

“Destramas” Em Ebulição: Quando A Linguagem É Corroída De Dentro Pra Fora

Devir outra coisa na literatura pode ser toda a forma de encontrar partículas entre você e o outro, sendo que esse outro pode ser um animal, por exemplo. Uma criança, mulher, negro, bicha, etc..

Leia mais
Tormenta 20 alcança a meta em uma hora, bate recordes e derruba o Catarse
maio10

Tormenta 20 alcança a meta em uma hora, bate recordes e derruba o Catarse

Quem acompanha o Diário de Escrita sabe que tenho me dedicado semana após semana no que viria a ser o financiamento coletivo de Tormenta 20, a nova edição do maior RPG do país. Pois bem, o financiamento está no ar!!!! 😀 Apoie #Tormenta20 no Catarse   Eu pretendia vir aqui hoje anunciar que a campanha começou. Porém, para meu alívio, alegria e até surpresa, a campanha JÁ BATEU A META! O financiamento coletivo começou hoje ao...

Leia mais
Curtos & Fantásticos: mini-lançamento no Diversão Offline
maio07

Curtos & Fantásticos: mini-lançamento no Diversão Offline

ATUALIZAÇÃO: Confira também minha entrevista com Rogerio Saladino, parte do Trio Tormenta, no site Movimento RPG. Fala galera! Aqui é o Vinicius Mendes, host enrolão do Diário de Escrita e um dos organizadores do Curtos & Fantásticos. No domingo passado aconteceu o Diversão Offline, o maior evento de jogos de tabuleiro da América Latina, e como os públicos de boardgame, RPG e fantasia são muito parecidos, o evento contou também,...

Leia mais
Qual o tamanho ideal para um livro?
maio03

Qual o tamanho ideal para um livro?

É comum um iniciante se preocupar com quantas páginas uma boa história deve ter. Saber se já escreveu muito ou não é uma dúvida que atormenta todo novo escritor, mas será que existe uma resposta definitiva para esse questionamento? Comumente, essa pergunta é respondida com: “A história deve ter o tamanho que ela precisa ter.” Ou seja, escreva até você conseguir contar tudo que você pretende para aquela história, não se preocupe com o...

Leia mais
O Iluminado de Stephen King
abr19

O Iluminado de Stephen King

Resenha de ” O Iluminado”    Uma família em crise, um hotel que se isola no inverno e… Stephen KING! O Iluminado é um clássico do cinema. Com as talentosas mãos de Stanley Kubrick e os olhares aterrorizantes de Jack Nicholson, o filme tenta traduzir um pouco do terror que o livro entrega, mas as páginas folheadas uma a uma, provocam uma imersão que só King poderia provocar. O livro conta a história da família...

Leia mais
Joana Em Outros Corpos Em Uma Sequência De Mal Entendidos
abr06

Joana Em Outros Corpos Em Uma Sequência De Mal Entendidos

Tecnicamente: uma sociopatia tolerável mas pouco indicada para aqueles que sonham com uma carreira em consultórios terapêuticos. Por outro lado, um perfil de dar inveja a muitos aspirantes a escritor, tanto que sem a parceria entre nós mal-acordada meus bloqueios criativos nunca teriam me deixado concluir o romance Mocinho, Adeus.

Leia mais
A Maldição Da Literatura: Sangue E Ódio Na Escrita Ficcional
abr03

A Maldição Da Literatura: Sangue E Ódio Na Escrita Ficcional

A maldição começa para o Autor quando os mal-entendidos saem do controle e se voltam contra o próprio. Já provei desse veneno, mas, como diz a sabedoria popular, isso são “ossos do ofício”. A menos que o teu objetivo se resuma a escrever livros de auto-ajuda ou coisas do gênero, a literatura precisa sim de boas doses de sangue e ódio. E pitadas de ambiguidade para suscitar novas linhas de desejo.

Leia mais